sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Declaração de uma torcedora!

Eae rapaziada, hoje é um post especial, recebi uma declaração de uma torcedora fanática pelo xv de piracicaba, mas antes de tudo uma fanática pelo mundo do futebol...

"Primeiramente irei me apresentar, Monique Torquetti, tenho 17 anos, nasci em Sorocaba, já morei em cinco cidades diferentes do interior paulista e atualmente moro em Americana. Sou fanaticamente viciada em futebol.Iniciou-se com o Flamengo (RJ), que virou uma paixão arrebatadora e logo depois aumentou o meu vicio com o Xv de Piracicaba.

Não acompanho muito o Flamengo no estádio, por ‘n’ motivos, más ao contrário disso, acompanho o Xv no Barão da Serra Negra (Barão, para os mais íntimos), e por outras vezes, viajo com a Torcida Esquadrão para acompanhá-lo em outros estádios. Posso me comparar a qualquer outro torcedor (mesmo sendo mulher!), pois canto, pulo, grito, xingo, falo palavrão, mostro o dedo do meio, e estou nem ai, e sabe de uma coisa? Me orgulho muito de ser mais uma torcedora de um dos mais tradicionais clube do interior.

Por mais que muitos pensem que o machismo já está totalmente ultrapassado, é um pensamento um pouco errado, só mesmo quando se é mulher para perceber que isso ainda existe, pode ser escondido nas entrelinhas, mas existe. Pode ser banal, o que vou comentar agora, más já é uma leve demonstração que isso ainda ocorre. Em algumas comunidades no Orkut, quando uma mulher começa a discutir, comentar futebol e a por suas informações em ‘posts’ diversos, a primeira coisa que os ‘homens’ pensam é: ELA É FAKE!, ok, não é AQUEEEEEEEEEEELE machismo, mas é uma forma de demonstrar que ele ainda existe, outra coisa é achar que menina de torcida, é tudo ‘puta’, que vai ao estádio atrás de homem. É MENTIRA! Existe sim, as ‘putas’, más são as minorias, porque nós, torcedoras de verdade, fazemos questão de tirar elas de perto, porque nós vamos apoiar o nosso time, porque amamos de verdade, como os outros torcedores, independente do sexo. Outra coisa que não concordo que fiquei pensando esses dias é a meia-entrada para mulheres em estádio de futebol, porque não concordo? Porque se queremos direitos iguais, se queremos ser tratadas iguais no meio, temos que fazer tudo igual, pagar meia-entrada simplesmente por ser mulher? Osso heim. A respeito da minha relação com os torcedores da minha torcida e de outras torcidas do interior, anda muito bem, pelo menos até agora, poucos adversários vem me xingar agora, o que já foi muito constante num passado não tão remoto assim.

Toda vez que eu vou ver um vídeo de futebol ou de torcida organizada, os únicos sons que encontro como ‘trilha sonora’ são, funk, rap e às vezes pagode, más eu ainda não entendi o porquê disso, porque analisando friamente nenhum retrata o futebol de verdade, nenhum fala de torcer, a maioria, fala de desgraças da vida, de vamos sair pra bater em quem não gosta da gente, incentivando a violência, e o futebol não é PURAMENTE violência. Deixando claro, que curto a maioria dos estilos musicais, más tenho preferência com o rock, principalmente com o rock irlandês e os nacionais. Quer mais emoção do que ver futebol e ouvir um BOM rock ao mesmo tempo? Se nunca fez isso, faça! Sensação é ótima.

Além de que, parece que as músicas, retratam a garra do jogador em campo, sabe quando o jogador dá um grito no campo, por qualquer motivo que seja? Retrata o rock! É meio estranho de pensar, acho que só na minha cabeça isso faz sentido, más de verdade, faz muito. Só digo que combina, muito mais que esses outros tipinhos de música, que só falam de violência, pancadaria, guerra etc. (aliás, funk é uma musica machista também, rebaixam as mulheres, ao mínimo possível)

Bom, é essa minha vida, é essa minha história, por mais que, às vezes seja muito difícil ser mulher no futebol, na maioria das vezes é MUITO gratificante, porque as pessoas se acostumam com a presença feminina e começa a admirar pelo que se faz no estádio, pela maneira de torcer, pular, agitar, gritar não largando, a vaidade."

É isso ai rapaziada, Rock, futebol e atitude, pra mulher também!!!Parabéns Monique!!!

Abraços e Beijos
El pibe Gui

3 comentários:

Segundo A disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
- mô torquetti disse...

aah valeu o post :)
msm !!

Luiz Felipe disse...

Aee Mooo

Mandou bem :p

Seja bem-vindo ao Expulsos de Campo

O publicitário, roqueiro e torcedor do Santo André, Guilherme Pibe, traz a visão "underground" de toda cena do futebol e do rock´n roll juntos em um só blog.



Para ver os vídeos do EDC, clique aqui.