segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Qual o país do futebol?

Muitos falam sobre o país do futebol, aquele que ama mais, que joga mais, que vai mais ao estádio, enfim, muitos acreditam que eu seja adepto da teoria de que a Argentina seja o país do futebol, pois é mentira.

Vamos deixar uma coisa bem clara, pra mim não existe um "país do futebol", já que o mesmo, o futebol, é universal, pra mim não existe uma torcida apaixonada, porque dentro da mesma existem torcedores apaixonados, existem idiotas, existem aqueles que acompanham conforme a fase do clube, enfim, cada clube tem sua história, tem sua torcida, não existe país onde se joga melhor, caso contrário o campeão do mundo seria o mesmo todo ano, não existe o melhor no futebol, mesmo com suas diferenças. Diferenças essas que não nos devem levar ao preconceito, já que independente disso somos todos irmãos de sangue, espero que isso não tenha um tom religioso (longe de mim!).

Cada país o vive de maneira distinta, e ai sim entra o meu favoritismo ao futebol argentino, a forma como se vive.

Mas deixemos claro, a Argentina tem uma geografia diferente da nossa, por ser menor tem uma mapa que favorece muito mais o contato e o romantismo, a Argentina tem sim uma ligação muito forte com o bairrismo, mas esse bairrismo não é dos mais maravilhosos no futebol, mas sim folclórico, pois, acredite, o bairro de Floresta não é todo All Boys, o Bairro de Mataderos não é todo Nueva Chicago, o Bairro de Liniers não é todo Vélez e por ai vai.

Como eu posso dizer isso? Basta ver em todos os estádios argentinos que mais da metade do estádio está coberto por "trapos" que remetem a outros bairros que não se refere ao mesmo do time que a pessoa é "hincha". A Argentina vive sim um futebol muito mais romântico, sofrido, digno, brigado, mas não podemos ser hipócritas de dizer que lá cada bairro é um time e que todo bairro é sua torcida.

Temos a relação da música local com o futebol local que é muito interessante também, e é nisso que entra outro tema paralelo do Blog, o Rock, que também é universal!

Voltando ao assunto, a Argentina tem violência, a Argentina tem aproveitadores, corruptos, tem pessoas que vão ao estádio somente quando têm jogos importantes e quando seu time está bem, a Argentina é humana e tem pessoas boas e ruins como em todos os lugares. O Brasil infelizmente tem uma geografia que não ajuda muito nesse caso, e além disso, a TV e as próprias pessoas ajudam a tornar isso muito pior.

A questão é, como você vive o futebol?

Nenhum comentário:

Seja bem-vindo ao Expulsos de Campo

O publicitário, roqueiro e torcedor do Santo André, Guilherme Pibe, traz a visão "underground" de toda cena do futebol e do rock´n roll juntos em um só blog.



Para ver os vídeos do EDC, clique aqui.